domingo, 4 de janeiro de 2015

Escadaria Selarón.

Rio de Janeiro. 1º Dia.



Em dezembro de 2014, tive a felicidade de poder voltar à Cidade Maravilhosa, e serviu para reafirmar o quanto amo essa Cidade. 




Decidi que faria o máximo de passeios enquanto lá estivesse, nos meus poucos dias (sdds).




Eis aqui o primeiro Roteirinho - Lapa! 




Conheci dois pontos - Escadaria Seláron e Arcos da Lapa, foi muito agradável, mas na escadaria é um tanto quanto perigoso, mas nada que duas garotas (Eu and minha prima) não enfrentem. Saímos ilesas, thanks God! :D





A escadaria é uma obra do artista JorgeSelarón , um pintor e ceramista autodidata chileno radicado na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Sua maior e mais conhecida obra está na Rua Manoel Carneiro, no bairro de Santa Teresa: é a "Escadaria do Convento de Santa Teresa", também conhecida como "Escadaria do Selarón", que liga a Rua Joaquim Silva, no bairro da Lapa, à Ladeira de Santa Teresa, no bairro de Santa Teresa.



Selarón tem uma história muito bacana, vez que  nasceu em uma pequena cidade localizada a uma hora de viagem de Viña del Mar e Valparaíso, numa família de classe média. Aos dez anos, conheceu Buenos Aires e decidiu que queria conhecer o mundo. Aos dezessete anos, viajou à Europa de carona num navio. Passou a sobreviver dando aulas de tênis. Viajou por toda a Europa, até a Índia. Passou por 57 países até decidir que viveria no Rio de Janeiro (sua outra opção eraNova Iorque, pois eram as duas únicas cidades famosas do mundo onde havia "mulheres crioulas grávidas"). Passou a vender quadros em restaurantes da cidade, o que já havia feito antes em outras cidades. Após fixar residência junto à escadaria, em 1990, Selarón, inicialmente, instalou uma série de banheiras ajardinadas nas calçadas, que foram, subsequentemente, pintadas e adornadas com azulejos, inspirado no Parque Güell deBarcelona.




















xx,


Flávia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário